A relação dos FODMAPS com o excesso de gases

Por Ira Soraya C. Arruda

Se você é uma pessoa que vive cheia de gases e já não sabe mais o que comer, talvez este assunto seja pra você.

Quem sabe retirar os FODMAPS da sua alimentação pode ser uma opção muito vantajosa. Mas o que é FODMAPS?

A sigla vem do inglês e em uma uma tradução literal, teríamos:

F = Fermentáveis

O = Oligossacarídeos

D = Dissacarídeos

M = Monossacarídeos

A = and

P = Polióis

Sendo que oligossacarídeos, dissacarídeos, monossacarídeos e polióis são tipos de carboidratos que fermentam no intestino.

Sim, em alguns casos de transtornos intestinais como síndrome do intestino irritável, disbiose intestinal, alergias alimentares é necessário a aplicação desta dieta (exclusão de FODMAPS).

Mas onde estão esses elementos? Esses carboidratos são encontrados em muitas variedades de frutas, legumes e grãos. Os mais ricos em FODMAPs incluem:

Frutas: maçãs, abacates, cerejas, mangas, pêssegos, peras, melancias, mirtilo, amora,melão cantaloupe, cereja, cranberry, figo, toranja, goiaba, lichia, manga, nectarina  e frutas desidratadas;

Legumes e verduras: cebola, alho, brócolis, couve-de-Bruxelas, aspargos, alcachofra, cogumelos, couve-flor, milho verde, ervilha, abóbora.

Laticínios: leite, iogurtes, queijos;

Castanhas e grãos: feijões, ervilha, amêndoas, castanha do caju, grão de bico, tremoço, lentilha, pistache, soja (mas os fermentados estão liberados)

Bebidas: Café, chá preto, chá verde, oolong  e kombucha

Outros: álcoois de açúcar (qualquer adoçante que termina em -ol: xilitol, sorbitol, maltitol, eritritol),  agave.

Mas, calma! Não saia fazendo dieta sem um acompanhamento porque o que está ruim pode ficar pior. E um alerta: a dieta tem prazo para começar e terminar.

Então se você vive cheio de gases e já não sabe mais o que fazer, corra e agende sua consulta com um nutricionista. Saia dessa vida e vá ser feliz novamente.

Ira Soraya C. Arruda é nutricionista e integra a equipe multidisciplinar do IGPA

Leave A Comment