Coloproctologista Mardem Machado explica principais diferenças entre Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa

As Doenças Inflamatórias Intestinais (DIIs) podem surgir em qualquer idade e as mais conhecidas são a Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa. O coloproctologista Mardem Machado, do Instituto de Gastro e Proctologia Avançado (IGPA), explica a diferença entre estas duas enfermidades, que acometem principalmente jovens, entre os 20 e 40 anos.

A Doença de Crohn, detalha o especialista, pode causar uma inflamação em qualquer parte do aparelho digestivo, da boca até o ânus, tendo como sintomas mais comuns à dor abdominal, diarreia, febre moderada, distensão abdominal, fraqueza e cansaço. Também pode ocorrer perda de peso e presença de muco e/ou sangue nas fezes.

“ A doença pode cursar com artrite, fístulas, obstrução intestinal e cálculos na vesícula. Em casos mais graves pode causar perfuração intestinal ”, explica Mardem Machado.

O coloproctologista esclarece que o tratamento varia de acordo com as necessidades do paciente e podem incluir medicamentos, suplementação nutricional e cirurgia, com remoção das partes mais afetadas.

Do outro lado, a Retocolite Ulcerativa que, ao contrário da Doença de Crohn, afeta apenas o intestino grosso, ou seja, o reto e o cólon. A intensidade da inflamação pode ser leve, moderada ou grave, dependendo do grau da infecção e o quanto o órgão foi afetado. De acordo com Machado, pessoas mais jovens podem ter as consequências mais graves.

“As causas da Retocolite Ulcerativa ainda não são totalmente conhecidas, mas trata-se de um distúrbio imunológico que pode ser agravado ou desencadeado por fatores externos”, pontua o médico.

O coloproctologista explica que os principais sintomas são necessidade de evacuar até 20 vezes ao dia- diarreia, sangramento retal, muco, sangue nas fezes, perda de apetite e perda de peso, febre e anemia.

O tratamento é realizado com medicamentos, retirada do cólon e do reto, complementação nutricional, dieta e outras terapias auxiliares. Caso não seja tratada corretamente, a Retocolite Ulcerativa pode causar complicações como hemorragias e doenças graves, como o câncer de intestino.

“Se você identificou algum desses sintomas, ou conhece alguém que apresente essas complicações procure um médico, faça uma consulta e tire todas suas dúvidas. Quanto mais cedo for realizado o diagnóstico, os resultados do tratamento serão mais eficientes”, finaliza.

Maio Roxo

O Maio Roxo é uma campanha realizada no mês em que é celebrado o Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal (19.05). O objetivo da data é chamar a atenção da sociedade para as doenças inflamatórias intestinais, promovendo maior conscientização, melhoria na qualidade de vida dos pacientes, além de espalhar conhecimento.

Deixe um comentário