Disbiose e o desequilíbrio na flora intestinal

Por Dra. Luciana Rocha Almeida

A disbiose intestinal é um desequilíbrio na flora intestinal em que existe alteração na quantidade e na distribuição de bactérias no intestino, o que pode causar inflamação e levar à diminuição da capacidade do intestino em absorver nutrientes. A principal causa da disbiose é uma alimentação não saudável e também fatores como uso de alguns medicamentos ou estresse.

Em alguns casos, a alteração da flora intestinal pode causar sintomas passageiros como náuseas, gases, vômitos, azia, diarreia ou prisão de ventre e, quando ocorre por muito tempo e não é tratada, podem se intensificar causando uma piora na qualidade de vida do paciente.

Na maioria dos casos a disbiose é passageira e a melhora dos sintomas pode ser alcançada através de mudanças do estilo de vida, com uma dieta equilibrada, realização de atividade física e com a prescrição de probióticos embasada por estudos clínicos  e evidências encontradas na literatura,  de acordo com a orientação do gastroenterologista ou nutricionista.

Principais sintomas

Os sintomas da disbiose variam de acordo com a quantidade e tipo de bactérias ruins no intestino, com o tempo de duração da alteração da flora intestinal e com o estado de saúde da pessoa, sendo os principais : náuseas, vômitos, gases, arrotos, distensão abdominal, diarreia, prisão de ventre, cansaço, depressão e mudança de humor e candidíase de repetição.

Em caso de suspeita de disbiose, é importante marcar uma consulta com o especialista para avaliação do quadro clínico, solicitação de exames e abordagem terapêutica mais indicada.

Tipos de dieta

A dieta é a principal causa da disbiose e pequenas mudanças, excessos ou restrições na alimentação podem piorar a qualidade e a quantidade das bactérias no intestino.

A ingestão excessiva de proteína animal e dietas com muita gordura e compostas por alimentos ricos em gordura saturada, contribui para a diminuição das bactérias boas e aumento das bactérias ruins, causando um desequilíbrio na flora intestinal.

Uso de medicamentos

O uso de alguns medicamentos sem o devido acompanhamento médico também pode causar alterações no equilíbrio da microbiota intestinal.

Outros fatores

O consumo exagerado de bebida alcoólica, ansiedade, estresse, e algumas doenças intestinais já existentes, como síndrome do intestino irritável, diverticulite e inflamação intestinal favorecem  a esse  desequilíbrio, podendo resultar em disbiose.

Como é feito o tratamento

O tratamento consiste em mudança no estilo de vida, tendo como pilares uma alimentação saudável e prática de atividade física, acompanhamento com equipe multidisciplinar (médico e nutricionista) e prescrição adequada de probióticos.

Dra. Luciana Rocha Almeida é gastroenterologista e integra a equipe multidisciplinar do IGPA

Leave A Comment