Lesões causadas por HPV podem ocasionar câncer na região anal, alerta Mardem Machado

Condilomas estão direta e claramente relacionados com ocorrências de câncer na região anal, conforme confirma o médico coloproctologista Mardem Machado, do Instituto Gastro e Proctologia Avançado (IGPA).

Uma doença sexualmente transmissível, o condiloma é causado pelo Papiloma Vírus Humano, também conhecido como HPV. Não é necessário ter penetração para o surgimento da doença, basta o contato íntimo.

“Os condilomas são pequenas lesões com formato e aparência de verrugas, que aparecem em torno do ânus ou até dentro do canal anal. As lesões também podem aparecer na área genital, no períneo, nas nádegas e na virilha”, explica o médico.

Machado diz que o sintoma mais comum é a coceira, que pode apresentar sangramento e talvez dores.

“O indivíduo pode perceber as lesões durante sua higiene, mas elas costumam passar despercebidas já que costumam ser planas, rasas e não elevadas. É muito importante a avaliação de um coloproctologista, principalmente se as lesões surgirem dentro do canal anal”.

Caso a quantidade de verrugas seja pequena, o tratamento -pode consistir apenas na aplicação local de medicamentos. Em casos de muitas lesões, pode ser necessário uma intervenção cirúrgica, como a eletrocoagulação sob anestesia.

O médico ainda destaca que existem subtipos do vírus, que causam o condiloma, que estão relacionados ao desenvolvimento de câncer na região anal.

É importante que todos tenham relações sexuais seguras, com o uso de preservativos e com parceiros de confiança. Essa é a melhor prevenção. Caso esteja em tratamento, o paciente deve se abster do sexo até concluir todo o processo. O parceiro sexual também deve ser avaliado.

“É importante destacar que se as lesões causadas pelo HPV, se não forem tratadas corretamente, podem se espalhar ou crescer. É necessário realizar exames preventivos e caso seja infectado, um controle periódico após o tratamento”, conclui o especialista.

Deixe um comentário